A educação bilíngue não é novidade no setor educacional brasileiro, mas ainda é motivo para muitas dúvidas, como, por exemplo, quando a criança deve aprender um novo idioma?

A resposta para essa pergunta é simples e pode ser respondida aqui mesmo: o quanto antes! Afinal de contas, as crianças do século 21 já se relacionam rapidamente com a tecnologia e estamos falando de uma etapa da vida em que o conhecimento é absorvido com muito mais facilidade. Por que não aprender um novo idioma?

No post de hoje, vamos descobrir o momento ideal para matricular seus filhos em um modelo de educação bilíngue e os benefícios dessa escolha. Confira!

Quanto mais cedo, melhor

Hoje em dia, uma série de estudos científicos comprova que aprender 2 idiomas simultaneamente, antes dos 7 anos de idade, pode ser benéfico para a criança, já que a prática ajuda a aprimorar outras áreas, como:

  • O amadurecimento linguístico;
  • O desenvolvimento neurológico e psicológico;
  • As habilidades cognitivas;
  • O desenvolvimento social infantil.

Um dos estudos mais famosos é o do professor doutor David W. Green, da University College London, no qual as crianças atuantes em uma educação bilíngue demonstraram dados diferenciados sobre a atenção focada delas.

Mas que fique claro: muitos desses estudos focam no aprendizado da linguagem oral, já que o ser humano nasce, praticamente, preparado para desenvolver a fala.

Por isso, inclusive, existem alguns cuidados que pais e mães devem tomar ao iniciar seus filhos em uma educação bilíngue. Vamos a eles?

Com cuidados, o aprendizado é irrestrito

Cuidar de uma criança pequena é tarefa contínua, sem direito à folga. Com a educação bilíngue, os pais ganham um desafio a mais para lidar.

Isso porque, como dissemos, o aparelho neurológico é preparado para o desenvolvimento da linguagem oral, o que não ocorre com a escrita e a leitura.

Para lidar com a educação bilíngue das crianças em casa, inicialmente, recomenda-se uma série de cuidados para que elas não sejam sobrecarregadas. Entre as principais:

  • Consulte um especialista antes de matricular as crianças em uma escola bilíngue;
  • Caso elas demonstrem dificuldades em aprender a falar durante os 18 primeiros meses de vida, adote a educação bilíngue com cautela e auxílio profissional;
  • Convém matriculá-las em uma educação bilíngue que possua, desde cedo, acompanhamento individual sobre o progresso no aprendizado.

Por se tratar de um momento de conhecimentos vindos de todos os lados, a infância é a melhor etapa para aprender um segundo idioma, mas a atenção ao desenvolvimento delas deve ser igualmente preservada, já que a sobrecarga pode ocasionar problemas na própria alfabetização dos seus filhos.

Apostando desde cedo na educação bilíngue

A educação bilíngue é um assunto tão importante quanto delicado no desenvolvimento das crianças. Por isso, dizemos que, ao tomarmos certos cuidados, é possível colher todas as vantagens desse tipo de aprendizado.

Agora que você já sabe que não há uma idade específica para começar a educação bilíngue e que, quanto mais cedo a prática estiver enraizada nos hábitos da criança, melhor, que tal compartilhar este post nas suas redes sociais para informar outros pais e mães com a mesma dúvida que você tinha?

Baixe nosso aplicativo (App) nas lojas:

Apple Store  Google Play  

Encontre as melhores babysitters perto de você

ClickSitter ajuda com nossa programação e mais ainda nos imprevistos. Tranquilidade em ter meus filhos bem cuidados. Mais que uma babysitter, é uma profissional cuidando dos meus filhos.

Saiba Mais

%d blogueiros gostam disto: